quinta-feira, 19 novembro 2020 21:37

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

Classifique este item
(0 votos)

“Descobrir caminhos para a saúde e o bem-estar com a biblioteca escolar”

Em outubro, fomos “descobrir caminhos para a saúde e o bem-estar com a biblioteca escolar”, naquele que é o MIBE (Mês Internacional das Bibliotecas Escolares). O tema impunha alguma reflexão em torno do conceito de bem-estar (físico, intelectual, ocupacional, emocional, social, espiritual…), bem como sobre a relação entre livros, leitura, saúde e bem-estar. Logo pensámos nos “artesãos” das palavras, os escritores, para refletirem connosco sobre estas matérias. Assim, em momentos distintos, três autores (Pedro Brás, José Amaral e Violeta Henriques) em três videoconferências com as Turmas 11.º B, 10.º A e 10.º C /D. Resultado: três animadas sessões de promoção da leitura, que ficarão certamente na memória afetiva destes nossos alunos.

Através do livro “Feliz para Sempre - seis pilares para construir a felicidade permanente”, o autor cinfanense Pedro Brás mostrou-nos, de forma cativante e descontraída, como a adoção de uma atitude pessoal positiva favorece o nosso bem-estar pois, como referiu: «Podemos ser sempre felizes, mesmo nos momentos mais difíceis (...).”

Com José Amaral falou-se de poesia e do seu poder sobre os nossos estados de espírito. A sessão terminou com o repto lançado aos alunos de escreverem um pequeno conto usando títulos de livros. Despedimo-nos da melhor forma: ao som de um vídeo com a aluna Carolina Silva a dizer um poema do convidado.

Já com Violeta Henriques e o seu último livro de crónicas Aproveita os dias - antes e depois de Covid, a autora faz a apologia do seu lema de vida “Carpe Diem” (“desfrutar o presente"). E como? Socorrendo-nos dos nossos recursos interiores: família, amigos, livros, passatempos que nos ajudam a ultrapassar as dificuldades da vida. E… lendo, porque «ler é uma forma de nos conhecermos melhor…», «há sempre tempo para ler…»  e «promove a nossa saúde, pelo bem-estar que gera.»

Não restam dúvidas de que a procura de caminhos de bem-estar não deve passar ao lado da leitura. Quem lê, sabe que ler faz infinitamente bem à saúde, como excelente forma de relaxar e não só. Que possamos (re)descobrir as múltiplas facetas do bem-estar proporcionado pela leitura.

Lido 42 vezes

Mídia