domingo, 17 fevereiro 2019 22:09

1 de fevereiro: Dia Mundial da Leitura em Voz Alta

Classifique este item
(0 votos)

Ler é fantástico e quando o fazemos em voz alta e com expressividade, cria-se toda uma magia, feita de palavras, de ritmo, de entoação e de volume da voz. Em coro ou individualmente, cada um a seu modo: leu-se em voz alta com garra e convicção na Escola.

Começou no Polivalente pela voz de uma aluna do 12.º que, enfaticamente, disse o poema “As palavras” de Eugénio de Andrade, estendeu-se depois à sala de aula em duas sessões, muito bem-sucedidas. E porque de um gesto de partilha se trata, os alunos das Turmas do 8.º A e B, em horas distintas, presentearam os seus colegas do 12.º A e B (e vice-versa) com o seu talento. Os alunos do 12.º ano A e B encerraram simpaticamente as sessões de forma inusitada: com o poema “Amar pelos Dois”, de Luísa e Salvador Sobral, que acabámos todos por cantar em uníssono.

Este foi o resultado de um trabalho de proximidade entre a Biblioteca e os Professores de Português, que acolheram, entusiasticamente, o repto lançado pelo Plano Nacional de Leitura para assinalar o Dia Mundial da Leitura em Voz Alta na escola.

Iniciativas como estas são pequenos contributos para desinibir os alunos, aumentar a sua autoconfiança, potenciar a sua desenvoltura na comunicação e na expressão de ideias, facilitando a tarefa de falar em público.

Lido 374 vezes